25 de julho

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
5/12/12 às 17h12 - Atualizado em 24/12/18 às 9h54

Parque Três Meninas: história do Distrito Federal

COMPARTILHAR
Ocorreu nessa segunda feira, 03/12/2012, na Universidade Planalto – UNIPLAN/DF, em Águas Claras, ENCONTRO TÉCNICO do curso de arquitetura, para debater sobre a revitalização do Parque Três Meninas, em Samambaia, e seu tombamento como patrimônio histórico, cultural e ambiental do Distrito Federal. A historiografia do parque, brilhantemente apresentada pela professora Vera Braz, envolve a gente, mostrando a cada um seu tempo e lugar na história da moderna capital brasileira.
 
O Parque Três Meninas, reclamado pela população pelo abandono e depredação crescente desde 2005, está em vias de ser restaurado e revitalizado, sob a coordenação do IBRAM, órgão responsável pelos parques do Distrito Federal. A Secretaria de Cultura/DF e o IPHAN detêm a chancela de patrimônio histórico e o projeto de restauração do casarão, a ser transformado em museu.
 
Para o coordenador da mesa, professor e arquiteto Carlos Limaverde, “o momento é oportuno para que o GDF faça esse investimento, pois temos um projeto consensual para o Parque Três Meninas, exaustivamente discutido pelas partes envolvidas e interessadas. Seguramente o retorno será grandioso do ponto de vista artístico, cultural, ambiental, arquitetônico, histórico, turístico, educacional e de lazer”.
 
Além dos alunos de arquitetura, vários agentes governamentais e líderes comunitários de Samambaia estavam presentes. Esclareceu-se que os recursos desse investimento devem provir de compensações financeiras disponibilizadas por empresas construtoras de obras causadoras de impacto ambiental, como o Consórcio Odebrecht, responsável pela construção do complexo administrativo do GDF em Taguatinga.
 
“Orientados pelo governador Agnelo Queiroz e pelo vice Tadeu Filippelli, queremos devolver o Parque Três Meninas à população, em perfeitas condições de uso, ainda nesse governo”, disse o administrador de Samambaia, Risomar Carvalho.
 
Mais informações: (61) 3359.9317
Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros