04 de agosto

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
11/11/13 às 17h37 - Atualizado em 24/12/18 às 9h55

Samambaia debate Lei de Uso e Ocupação do Solo

COMPARTILHAR

Neste sábado, 09/11/2013, a Câmara Legislativa do Distrito Federal – CLDF veio a Samambaia ouvir a comunidade se manifestar sobre a Lei de Uso e Ocupação do Solo – LUOS. “Precisamos ouvi-los pessoalmente, vivenciar vossos anseios e conflitos para podermos legislar com conhecimento de causa”, disse o deputado distrital Cristiano Araújo, presidente da sessão, assistido diretamente pelo administrador regional Risomar Carvalho.

No ato foi empossado o Conselho de Planejamento de Samambaia, aclamado na 5ª Conferência Distrital das Cidades. Nas falas dividiram-se opiniões focadas nos interesses sociais, econômicos, habitacionais e ambientais. “Queremos que as Unidades de Ocupação do Solo RO2 virem RO3, permitindo a expansão das atividades empresariais nessas áreas”, disse Fabiano Fagundes, presidente da Associação Comercial e Industrial Samambaia – ACISA.

“Será maravilhoso quando a LUOS for aprovada e sair do papel. Participo da sua elaboração lutando pela agilização nos alvarás de funcionamento e na regularização dos condomínios”, disse Maria Amaral, presidente da Associação União de Samambaia.

 

Os ânimos se exaltaram na confrontação de interesses e preocupações contrárias, entre concessionários de terras e  fomentadores de condomínios. Ambientalistas chamaram a atenção para a preservação dos recursos naturais, desenvolvimento sustentável e qualidade de vida. Moradores reclamaram da acessibilidade urbana, muito atrapalhada pelos avanços de grade que dificultam as calçadas. A Área de Relevante Interesse Ecológico Juscelino Kubitscheck – ARIE JK e a eminente implantação do Aterro Sanitário foram bastante citadas nas falas. 
 
“Samambaia abriga a diversidade. Temos que agir com sabedoria para harmonizar necessidades sociais, ambientais, habitacionais, urbanização e desenvolvimento econômico, afim de criarmos uma lei, de fato e de direito, da qual as gerações futuras se orgulhem de nós e da região que será deles”, disse Risomar Carvalho.
 
Texto: Élton Skartazini | Fotos: Edvando Teixeira
 

 

Mais informações: (61) 3359.9317

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros