07 de maio

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
3/02/20 às 16h00 - Atualizado em 3/02/20 às 16h00

RUAS DE SAMAMBAIA SERVIRAM DE PALCO PARA UM GRANDE ATO CONTA O FEMINICÍDIO

COMPARTILHAR

Neste Sábado (01/02) a população de Samambaia esteve mobilizada para dizer um “basta contra o feminicídio”. Centenas de pessoas foram as ruas para declararem que não suportam mais ver tanta violência contra as mulheres. O ato aconteceu na 1ª avenida norte, partindo do Centro de Ensino Médio 414 em direção às quadras 206/204.

A ação despertou grande comoção nos participantes, pela triste lembrança que a cidade viveu, no início do mês de janeiro, quando em menos de 24h foi palco de três casos de feminicídios A caminha partiu da sugestão de vários grupos de mulheres que procuraram a Administração Regional de Samambaia na busca por traçar estratégias para o enfretamento ao tema, e como primeira medida seria realizado esse ato.

O evento  foi organizado pela  Administração Regional de Samambaia em conjunto com a comunidade e órgãos de Governo tendo como maior objetivo, desenvolver junto com a comunidade, um vínculo de segurança e envolvimento, que é a base para o crescimento e amadurecimento da sociedade em relação ao tema. Assim, permitindo mudar cenários e encorajar mulheres e familiares a denunciarem essa modalidade de crime.

Participaram do evento órgãos como a Secretaria da Mulher, Superintendência Regional de Saúde Sudoeste, PROVID, CREAS, CRAS, OAB-DF Subseção Samambaia Recanto das Emas, Procuradoria Especial da Mulher da CLDF, NAFAVD, Conselho Tutelar, Conselho de Mulheres Cristãs do Brasil, o coordenador do livro feminicídio, violência doméstica e familiar  contra a mulher, sob a perspectiva policial, mulheres feminicídio não e dentre outras Associações representativas das mulheres. 

Contou também com diversas autoridades presentes, dentre elas, o Administrador Regional de Samambaia, Gustavo Aires,  a Secretária da Mulher Sra. Erica Filipelli, a Administradora Regional do Riacho Fundo II, Ana Maria, o Administrador Regional do Recanto das Emas, Carlos Dalvan, do Superintendente de Saúde da Região Sudoeste, Dr. Luciano Agrizzi, Delegada da 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá), Dra Jane Klébia, Deputado Federal Júlio César, coordenador do livro, Major Luciano Loiola e dentre outros.

Além da caminhada, o evento ofereceu  tendas armadas na 1ª avenida norte, onde foram realizadas palestras sobre o feminicídio, na qual os órgãos participantes falaram para a comunidade sobre o trabalho que é realizado em defesa da mulher, orientaram para se evitar a violência doméstica e principalmente impedir que casos de Feminicídio venham a acontecer em todas as cidades do Distrito Federal.

Para Gustavo Aires , “ esse ato é apenas um marco, um passo para a mudança que queremos para Samambaia e para o Distrito Federal, daremos continuidade o ano todo, e estou empenhado em buscar para a cidade politicas públicas voltadas para as mulheres. Nossa caminhada  foi um pedido da população após as tragédias que aconteceram aqui, e esse é apenas o primeiro evento que estamos realizando com esse intuito de acabar com o feminicídio”.

Na ocasião, Éricka Filippelli anunciou o lançamento do programa jornada Zero violência contra mulheres e meninas, que será lançado na cidade dentro dos próximos dias, “vamos preparar as mulheres para não aguentarem o silêncio”, afirmou Éricka.  


Para a realização do evento foi necessário o apoio do Departamento de Trânsito (Detran-DF) e da Polícia Militar, para o fechamento das vias que ficaram momentaneamente bloqueadas até o término da passeata.

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros