04 de agosto

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
18/04/20 às 8h16 - Atualizado em 18/04/20 às 8h16

NO COMBATE À DENGUE, SUCATAS ABANDONADAS SÃO RETIRADAS DAS RUAS DE SAMAMBAIA

COMPARTILHAR

 


Operação retira veículos que representam riscos à saúde pública da cidade.


Na manhã desta quarta-feira (15/04), a Administração Regional de Samambaia com o apoio das equipes do GDF Presente, DF LEGAL e Sanear DF retiraram 28 (vinte oito) sucatas de veículos que estavam abandonadas em diversos pontos da cidade. A ação foi realizada nos pontos mapeados pela administração da cidade, com base nas demandas recebidas por meio da Ouvidoria do GDF. 


O combate à dengue é uma preocupação antiga do Governador Ibaneis Rocha, que desde o início do seu mandato montou equipes de trabalho para o enfretamento da doença no Distrito Federal.  

Em Samambaia, as ações de combate ao mosquito Aedes aegypti estão acontecendo constantemente. “Estamos vistoriando e mapeando locais como paradas de ônibus, lotes vazios, edificações abandonadas, além de campanhas dentro dos grupos de moradores e em nossas redes sociais, visando a conscientização da população. Entretanto, para vencer essa batalha precisamos de toda população envolvida”, destacou o administrador de Samambaia, Gustavo Aires.


Em apenas um dia de trabalho, as equipes recolheram veículos abandonados em 10 ( dez) pontos da cidade. “Nem faço ideia de quanto tempo esse carro está aqui na rua. Isso era um potencial foco de dengue, fora o fato de que muitos moleques usavam esse veículo abandonando para se esconderem e usarem drogas à noite. Vejo que o Governador e a Administração da cidade estão se preocupando com coisas que outros governadores não ligavam”, relata Alex Andrade, morador da quadra 108.

Completando as ações do programa de combate à dengue, só nesta quarta foram recolhidas mais de 120 toneladas de lixo e entulho em vários pontos da cidade, o que em apenas 3 (três) dias de GDF Presente e Sanear DF em Samambaia representam 920 toneladas de possíveis focos de dengue que foram eliminados.

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros