12 de abril

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
11/03/21 às 15h48 - Atualizado em 12/03/21 às 10h14

Apoio e união marcam videoconferência sobre violência doméstica em Samambaia.

COMPARTILHAR

Programa “Jornada Zero: violência contra mulheres e meninas”, vai embarcar na cidade para conscientizar a comunidade

 

União tem sido a palavra de ordem nessa temporada. Sobretudo, com a sensibilidade que a pandemia da Covid-19 tem gerado na vida das pessoas. Assim, o lema da solidariedade e força, se mostram os requisitos fundamentais para diversas frentes, como foi o caso de uma videoconferência que ocorreu nesta quinta-feira (04), que dialogou sobre o programa “Jornada Zero: violência contra mulheres e meninas”, com o foco em executar ideias para conscientizar a comunidade sobre a violência doméstica.

 

Lideranças e influenciadores digitais participaram do debate, junto com a secretária da mulher, Éricka Filippelli e o administrador de Samambaia, Gustavo Aires. A secretária abriu a conversa, dizendo que um dos focos é ter essa participação de todos para o sucesso do projeto. “Agradeço o espaço e a parceria da população, pois trabalhando em conjunto, vamos conseguir mobilizar a maior rede possível”, afirma Éricka.

 

Com previsão para acontecer neste mês de março, o Jornada Zero capacita homens e mulheres, oferecendo palestras e visitas focais, de modo a formar líderes a serem vozes nas cidades que atuam. Segundo o administrador de Samambaia, Gustavo Aires, já existe uma expectativa para a segunda edição. “Ano passado foi um sucesso. Realizamos até uma caminhada de conscientização contra o feminicídio. E, agora, sendo um período atípico, estamos planejando outras formas de todos participarem”, conta Aires.

 

Além das lideranças e influenciadores digitais, instituições sociais também participaram, como o Conselho de Mulheres Evangélicas (COMEV), cuja presidente do núcleo de Samambaia, Cleonice Rabelo, comentou. “Foi muito bom o que fizemos em 2020, esse corpo a corpo com as instituições fez a diferença”.

 

Assim, durante uma semana, o projeto ficará na cidade, distribuindo folders e panfletos nas áreas comerciais.

 

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros