12 de abril

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais

Serviços

As Lâmpadas mais potentes e econômicas atenderão com prioridade vias com maior circulação de pessoas, grande fluxo de comércio e paradas de ônibus mais movimentadas Foto: Joel Rodrigues/Agência Brasília

O Governo do Distrito Federal (GDF), por meio de ação conjunta da Secretaria de Obras com a CEB Iluminação Pública, iniciou a troca de lâmpadas convencionais por LED em vias públicas na cidade de Samambaia. Serão 2.282 substituições que deixarão ruas e avenidas mais iluminadas e seguras para pedestres e condutores de veículos.

"Priorizamos as vias de maior circulação de pessoas, com grande fluxo de comércio e paradas de ônibus mais movimentadas. Nosso objetivo é, à medida que conseguirmos novos recursos, ir investindo até atender toda a cidade", garante o administrador regional Gustavo Aires.O projeto atenderá a 1ª Avenida Sul e Norte nas quadras pares (200 e 400) e a Avenida Noroeste. A escolha atendeu a um projeto feito em parceria com a Administração Regional de Samambaia. O investimento autorizado pela Secretaria de Obras é de mais de dois milhões e meio de reais (R$ 2.580.463,74),  Será iniciada a execução nesta semana com prazo de conclusão de 90 dias, a cargo da CEB. 

Mais visibilidade 

Mais modernas e econômicas, as lâmpadas de LED produzem uma luz branca, mais próxima à solar, o que aumenta a visibilidade das vias durante a noite.

A economia média com a eficientização da iluminação pública pode chegar a 40%. Desde o início da atual gestão, o GDF já substituiu mais de 30 mil lâmpadas ? 16.290 em 2019 e 13.823 em 2020. O investimento ficou em torno de R$ 25 milhões.

Programa de eficiência energética da CEB Iluminação Pública e Serviços (CEB IPES) tem como meta substituir quase 100% das lâmpadas até o final de 2022 em todas as regiões administrativas

Mutirão da iluminação

Presidente da CEB e da CEB Iluminação Pública e Serviços, Edison Garcia afirma que o programa de eficiência energética tornou-se prioritário da empresa, que tem a meta de substituir quase 100% das luminárias do Distrito Federal até o final do ano que vem. 

"Está em andamento um mutirão da iluminação em todas as regiões administrativas, identificando pontos com falta de luz ou que necessitem melhorias e substituições", diz ele.

O jornalista José do Egito, 27 anos, é morador de Samambaia e já sente a diferença da iluminação das ruas nestes primeiros dias de substituição. Para ele, as lâmpadas de LED deixam tudo muito mais claro, inclusive neste período de restrição de circulação.

"Algumas pessoas estavam se aproveitando da pouca iluminação para se esconder e cometer delitos. Agora, com esses pontos mais claros, isso já não acontece", afirma.

A espera foi longa, mas chegou a vez da diarista Irene Souza, 43 anos. Moradora há quase dez anos da Expansão de Samambaia, onde vivia em um terreno não regularizado, nesta quarta-feira (24), ela se mudou para a própria casa. Irene faz parte de um grupo de 30 pessoas beneficiadas hoje pelo projeto Módulo Embrião, coordenado pela Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab-DF).

Irene recebeu as chaves do novo lar e o termo de ocupação das mãos da secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha. A diarista conta que chegou cedo para providenciar a limpeza da morada, na qual vai residir com os dois filhos. Uma simpática casinha pintada de verde que, para ela, representa dignidade.

“Foram tantos anos de aluguel, de dificuldades, que pensei que ia morrer e não ter o meu canto”, relata. “Tenho inscrição na Codhab há uns 15 anos e hoje meu sonho se realizou. Tenho muita gratidão ao governador Ibaneis. A partir de hoje, posso pensar num futuro melhor pra minha família”, projeta a diarista.

Módulo Embrião integra o subprograma Moradia Digna, que beneficia cidadãos que não possuem moradia e enfrentam situação de vulnerabilidade. Nesta quarta-feira foram entregues  cinco unidades na QS 607, em Samambaia Norte, que custaram, juntas, R$ 375 mil aos cofres do governo.

Agora já são 20 unidades distribuídas de um total de 108 módulos destinados aos moradores da região administrativa. O projeto já investiu R$ 7 milhões na cidade desde 2019.

De acordo com a secretária, essas casas representam “ninhos de amor” onde essas pessoas podem construir uma nova vida. “São lares habitáveis, e não simplesmente lotes doados onde as pessoas têm de se virar para construir. E elas chegam num momento de pandemia, em que a situação de vulnerabilidade aumentou muito”, observa Mayara.

Segundo o presidente da Codhab, Wellington Luiz, as entregas em Samambaia continuam nos próximos meses. “Temos mais 69 quase prontas em que está sendo finalizada a parte estrutural. Isso demonstra a sensibilidade do governo em relação a essas famílias que precisam tanto”, afirma.

Atendimento pela assistência social

 

As unidades habitacionais têm 44m2 e são compostas por cozinha, banheiro, sala, um quarto e área de serviço, com ligações de água, energia, cobertura, vedações e todos os acabamentos. O projeto é o ponto de partida para que as famílias possam, posteriormente, dar continuidade às melhorias na casa com o acompanhamento de arquitetos e engenheiros da companhia.

Todas as famílias são atendidas pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes). Elas precisam ser inscritas no Cadastro Único há pelo menos cinco anos e ter o acompanhamento da assistência social há dois.

O administrador de Samambaia, Gustavo Aires, foi outro a celebrar mais uma melhoria para RA. “Ficamos muito felizes, pois além de dar um alento a essas famílias, isso estimula o crescimento econômico e social de nossa cidade”, finaliza.

 

Quem anda pela cidade, se depara com uma beleza inigualável, ,avenidas largas, muitas árvores, comércio diversificado e muito movimento. Porém, em virtude das medidas para controle da pandemia ocasionada pelo novo coronavírus, deu espaço para uma movimentação diferente.  Ao passar pela Avenida Joaquim Domingos Roriz, em Samambaia, a comunidade se depara com equipes terceirizadas da Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil  (Novacap), em um trabalho de várias mãos, se desdobrando entre a realização de  poda, recolhimento de galhos e roçagem.

A operação tem como objetivo atender as avenidas comerciais da cidade, contribuindo assim para melhorar a iluminação do calçamento, o que irá garantir mais segurança para os pedestres que transitam no período noturno pela localidade.

Rotineiramente, os serviços de poda de árvores são solicitados em nossa ouvidoria, contudo a execução é realizada pela Novacap. Após conversa com o órgão, foi alinhado que a empresa estaria enviando equipes para a cidade, com o objetivo de atender o maior número de solicitações possíveis. “A comunidade nos procura sempre para pedir atenção e mais agilidade na execução das podas. Nós, não executamos, contudo, recebemos as queixas e repassamos prontamente a NOVACAP que tem nos atendido prontamente” explica  Gustavo Aires, como  funciona o serviço de poda.

“A cidade está bonita, muito bem cuidada, eu como moradora só tenho a parabenizar, tanto o Administrador da cidade, como o Governador Ibaneis que tem se disposto a cuidar de tudo. Parece coisa boba, mas pra gente, não é” celebra Thauanna Lima, 34 anos, estudante universitária.

O pleito estava em discussão há pouco menos de um ano, onde era tratado com grande celeridade pelo Governo do Distrito Federal, que tendo ciência das necessidades da região abriu espaço para que o tema em questão fosse discutido pela Administração de Samambaia em conjunto com a Superintendência de Saúde Sudoeste, TERRACAP e a Secretaria de Saúde. Devido a crescente necessidade de investimentos para suportar a demanda do Sistema público de saúde, o processo foi tramitado com grande urgência em todas as esferas governamentais.

O anúncio oficial foi dado pelo Governador Ibaneis Rocha na última sexta-feira (12). Sendo oficialmente documentado, nesta segunda (15), por meio do decreto Nº 41.899, que prevê a desapropriação em caráter de  utilidade pública do terreno localizado ao lado do hospital, que mede 2.080,00m², onde deverá será edificado o hospital de campanha que irá ofertar mais de 100 novos leitos de UTI.

“Essa é uma grande conquista para a população de Samambaia, apenas lamentamos que tenha ocorrido em um momento de grande tristeza”, celebra  Gustavo Aires, Administrador de Samambaia. 

Reuniões de trabalho

 

Ainda no início de dezembro de 2020 aconteceu a primeira reunião colegiada, de iniciativa da Administração de Samambaia com a participação do Secretário de Saúde, Osnei Okumoto, do Presidente da Terracap, Izídio Santos, do Superintendente de Saúde da Região Sudoeste, Wendel Moreira e do Diretor do HRSam, Luciano Gomes.  Após comum acordo, o processo foi encaminhado para a Secretaria de Governo, onde foi para as mãos do Governador.

Quarenta quilômetros de estrada na área rural, passaram por manutenção e benfeitorias diversas. 

Em Samambaia, as estradas rurais são utilizadas para o escoamento de produtos agrícolas, pecuários e laticínios. Até o momento, foi possível concluir 40 km, restando apenas 30 km para finalizar toda extensão da via rural. 

As medidas adotas no setor servem para evitar o assoreamento e aumento de erosões, além de contribuir para a preservação e cuidado com o meio ambiente. As intervenções foram iniciadas em meados de outubro, com o objetivo de preparar a área para o período chuvoso. Pois, conforme os moradores da região, costuma ser neste momento, que os impactos provocados pela força das águas aparecem.   

Como prioridade, estava a manutenção das vias. Assim, o serviço de terraplanagem era essencial para o ajuste das estradas sem pavimentação, levando mais qualidade de vida aos moradores e produtores da região, evitando problemas com atoleiros, alagamentos e erosões.

 

 

A senhora Rose da Silva, moradora da região rural de Samambaia conta, “Eu fui em uma reunião com o Administrador de Samambaia e eles prometeram arrumar a estrada da gente”, pouco tempo depois, foi traçado um plano de intervenção para toda a região rural da cidade, que vai desde as margens da BR-190, DF-280 e DF-180. Em tom de empolgação, Rose diz, “Estou muito feliz pela promessa que ele cumpriu rapidinho. Nossa estrada está ficando maravilhosa!”. 

Com o intuito de prolongar a durabilidade do serviço, as equipes de trabalho, executaram a limpeza das bacias de contenção, a construção de saídas de águas pluviais e o abaulamento da pista – que é fazer curvatura nas bordas da via, conduzindo as águas das chuvas para fora dela, além da limpeza e troca de manilhas sob as pontes, serviço indispensável para evitar alagamentos. 

O Administrador Regional de Samambaia, Gustavo Aires, explica as principais demandas da cidade, “Samambaia é muito extensa em território. Então, recebemos solicitações que vão, desde problemas corriqueiros de toda área urbana, como os mais recorrentes na zona rural. Então, conferir atenção para todos é uma missão árdua, mas que temos contado com a participação popular”. Aires, conta ainda que, “esse é o desejo do Governador Ibaneis, que todos tenham direitos, atenção e tratamento de forma igualitária. Assim temos feitos, toda parte da cidade tem necessidades importantes, basta nos chamar, que estamos abertos para conversar e registrar todas solicitações”. 

 


Outras ações executadas no setor

Além do serviço realizado na manutenção de vias, outra grande dificuldade era o acesso dos agricultores a aquisição de adubo. O SLU fornece o adubo de forma gratuita aos produtores rurais do Distrito Federal e dos municípios que compõem a Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno – RIDE, basta seguir os critérios estabelecidos pelo órgão, e estejam de acordo com o termo de recomendação, que é oferecido pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal – EMATER/DF. 

Entretanto, a dificuldade dos agricultores estava no transporte do composto. Com a pandemia e as limitações para o funcionamento do comércio e feiras, muitos produtores deixaram de vender seus produtos, tendo baixa em seus rendimentos diários. Assim, foram entregues 180 toneladas de adubo para diversos produtores do setor. Carlos Barbosa, agricultor, manifesta sua satisfação “Agradeço muito a atenção do nosso Governador com a gente, eu e toda minha família só tem gratidão. O Gustavo, Administrador está sempre por aqui, ouvindo a gente, coisa que a gente não via, isso nunca foi assim”.

 

     

                                                     

 

 

A Administração Regional de Samambaia não dispõe de informações classificadas e desclassificadas, nos termos da Lei 4.990/2012 e do Decreto 35382/2014..

 

 

 

Atenciosamente,

Administração Regional de Samambaia

 

Atualizado em: outubro/2020

Serviço de Informação ao Cidadão – e-SIC

Administração Regional de Samambaia

Endereço: Quadra 302 conjunto 13 Lote 05 – Centro Urbano – CEP 72300-655 – Samambaia – DF

Funcionamento: Segunda a Sexta de 08:00 as 12:00h e de 14:00 as 18:00h

Telefone: (61) 3359 – 9300

 

Responsável pelo e-SIC

Paulo Ribeiro da Silva Nery

Cargo: Chefe de Ouvidoria
Telefone: 
3359.9300 – 9309

 

Autoridade de Monitoramento

Nome:Paulo Ribeiro da Silva Nery
Cargo: Chefe de Ouvidoria
Telefone:  
3359.9300 – 3359-  9309

E-mail: ouvidoria@samambaia.df.gov.br

 

 

Prezado Cidadão,

As informações referentes às perguntas frequentes da LAI já estão disponíveis para consulta no Portal do Governo de Brasília: http://www.brasilia.df.gov.br/category/perguntas-frequentes/

FAÇA AQUI O SEU PEDIDO E-SIC

http://www.e-sic.df.gov.br/Sistema/

 

 

Atenciosamente,

Administração Regional de Samambaia

 

 

Atualizado em:  Novembro/2020

Tipos de Informações

O pedido de acesso deverá conter:

  • Nome do requerente.
  • Apresentação de documento de identificação válido (Carteira de iden­tidade, Cadastro de Pessoas Físicas – CPF, Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas – CNPJ, Título de Eleitor, Passaporte,Carteira de Trabalho, Carteira Funcional, Carteira de Habili­tação (modelo novo) e Certificado de Reservista).
  • Especificação, de forma clara e pre­cisa, dainformação requerida.
  • Endereço físico ou eletrônico do re­querente, para recebimento de co­municações ou da informação reque­rida.

Importante

Não será atendido pedido de acesso genérico, des­proporcional, desarrazo­ado, que exija trabalho adicional de análise, inter­pretação, consolidação de dados e informações, ser­viço de produção ou tratamento de dados que não seja de competência do órgão ou entidade.

Canais de Atendimento

Acesse o sistema clicando AQUI

Garantias

  • Segurança
  • Atendimento por equipe especializada.
  • Possibilidade de acompanhamento do andamento do pedido de acesso à informação.
  • Restrição de acesso a dados pessoais sensíveis.
  • Encaminhamento, pelo e-SIC, da resposta ao pedido de acesso à informação conforme prazos legais.
  • Possibilidade de recurso.
  • Possibilidade de reclamação, podendo apresentar em até 10 dias após ter passado o prazo para a resposta inicial. A resposta sobre a reclamação será dada pela autoridade de monitoramento em até 5 dias.

Ouvidoria de Samambaia

Atendimento Presencial
Sede da Administração Regional de Samambaia
Quadra 302 conjunto 13 Lote 05 – Centro Urbano – CEP 72300-655 – Samambaia – DF 
Horário de atendimento: de 08h às 12h e de 14h às 18h (de segunda à sexta-feira)

 

Prazos

 

Normas e Regulamentações

Leis

  • Lei de Acesso à informação – Distrital ( LEI No 4.990, DE 12 DE DEZEMBRO DE 2012)
  • Lei de Acesso à informação – Federal (LEI FEDERAL No 12.527/2011)

Decretos

  • Procedimentos para credenciamento de segurança da Informação (DECRETO no 35.382, DE 29 DE ABRIL DE 2014)
  • Regulamenta a Lei de Acesso à Informação no âmbito distrital (DECRETO No 34.276, DE 11 DE ABRIL DE 2013)
  • Credenciamento de segurança e tratamento de informação (DECRETO No 7.845, DE 14 DE NOVEMBRO DE 2012)

Clique nos Links abaixo:


Pesquisa para o cidadão – http://bit.ly/Pesquisa-para-o-cidadão
Pesquisa para o servidores da instituição – http://bit.ly/Pesquisa-para-o-servidores-da-instituição

Dê sua opinião

  • Participe da pesquisa e colabore com o aprimoramento das Cartas de Serviços ao Cidadão – clique aqui.
  • Para registrar reclamação, sugestão, elogio ou informação sobre qualquer Carta de Serviços acesse o sistema de Ouvidoria Ouv-DF clique aqui.

 

 

 

 

Hoje (30/04), 15 (quinze) famílias em situação de vulnerabilidade e que não possuem casa própria, todas cadastradas na CODHAB e assistidas pela Secretaria de Desenvolvimento Social.  Receberam das mãos da primeira-dama e Secretária de Desenvolvimento Social (SEDES), Mayara Noronha, as chaves das suas moradias localizadas na quadra 619.


Neste projeto, as famílias não desembolsaram nenhum valor, são moradias dignas a custo zero.  Hoje aconteceu, a entrega das 15 (quinze) primeiras unidades, de 108 (cento e oito) que serão entregues a até julho deste ano.

“Essas famílias acreditaram em nosso governador Ibaneis Rocha, o que estamos entregando hoje é a esperança que todos haviam perdido. Esse é um governo de esperança, estamos vivendo um momento difícil em todo mundo, mas que passará em breve e hoje é um dia de alegria para Samambaia”. Destaca Gustavo Aires, administrador de Samambaia.

As famílias contempladas pelo programa Módulo Embrião da Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab-DF), eram assistidas pela pela SEDES e comprovaram viver em situação de vulnerabilidade.


 
“As famílias desse setor estão vindo de lugares de condições insalubres para moradias dignas. Boa parte são mulheres, com filhos e que batalham diariamente para suprir as demandas de casa e da família. Mais do que pessoas que precisam, é gente que merece”, disse Mayara Noronha Rocha, Secretária de Desenvolvimento Social.

 

Em setembro de 2019, a cidade recebeu quase 1 (um) milhão de reais em descentralização de crédito orçamentário destinado a custear despesas com a implantação de calçadas com acessibilidade nas vias da Região Administrativa de Samambaia. 

Assim, foi possível contemplar vários endereços como QR 125, QR 115, QR 202, QS 619, QR 614 tendo como critério de escolha trajetos com grande fluxo de pessoas, vias próximas a hospitais, Unidade Básica de Saúde, escolas, vila olímpica, sobretudo, levando em consideração os pedidos realizados por meio da ouvidoria do GDF. 

Agora chegou a vez da implantação de aproximadamente 2 km's de calçadas que irá beneficiar os morados da Expansão da cidade, o novo trecho vai da quadra 429 até a QR 431. Essa obra era aguardada com ansiedade pela comunidade local “estávamos reivindicando isso a bastante tempo e agora estamos recebendo dois quilômetros de calçadas com qualidade, pois agora está sendo toda recuperada e as melhorias estão chegando na expansão, todo mundo estava esperando por isso” afirma Aldemir Silva, líder comunitário da expansão de Samambaia.

“ações como essas demonstram a preocupação do Governador Ibaneis Rocha com Samambaia, pois mesmo em meio a um momento de crise que estamos enfrentando, a cidade foi contemplada com aproximadamente 2 quilomêtros de calçadas que irá beneficiar nossa comunidade com mais mobilidade”. Destaca Gustavo Aires, Administrador Regional de Samambaia.

 Força-tarefa removeu criadouros do mosquito, escorpiões e roedores após receber denúncias 

Um plano de ações foi definido pela Administração Regional de Samambaia para  combater focos do mosquito Aedes aegypti em lotes abandonados e residências de acumuladores. Essa estratégia já havia sido adotada pela regional e nesta sexta-feira (17) aconteceu de forma mais intensa na QS 108.


O admistrador de Samambaia, Gustavo Aires, contou que essa operação foi graças à parceria com a Diretoria de Vigilância Ambiental (Dival) e o programa GDF Presente, que mandou equipes ao local. "Recebemos a denúncia pelas redes sociais e entramos em contato com a Dival para nos ajudar a identificar os focos. Aqui, encontramos diversas larvas do mosquito transmissor da dengue". 


No lote, foram retiradas 50 toneladas de lixo, entulho  e inservíveis, no qual o morador Robson de Queiroz fez a denúncia no início desta semana. "Todo mundo que mora aqui tem crianças pequenas e já tivemos vizinhos que pegaram a doença". Robson contou ainda que os servidores do GDF encontraram o que todo mundo esperava, os focos do mosquito. "Tivemos essa surpresa hoje pela manhã e todo mundo ficou muito grato. Agora. Poderemos ficar mais tranquilos", agradeceu.

Maquinários e caminhões ajudaram a remover todos os resíduos, que foi possível eliminar também os escorpiões e roedores existentes, que poderiam disseminar outros riscos aos moradores. Gustavo Aires diz que essa mobilização está apenas começando. "Já estamos mapeando outros locais, por isso, contamos com o apoio da população para continuar fazendo as denúncias". 

Mas para que os índices de pessoas infectadas pela doença, somando mais de 16 mil no Distrito Federal apenas este ano, possam diminuir, o Chefe do Núcleo de Vigilância Ambiental de Samambaia, Daniel Rogério, recomenda que cada um pode fazer a sua parte. "Nós pedimos para a comunidade aproveite a quarentena para fazer uma vistoria em suas casas. Não podemos esquecer que a dengue também mata".

 


Operação retira veículos que representam riscos à saúde pública da cidade.


Na manhã desta quarta-feira (15/04), a Administração Regional de Samambaia com o apoio das equipes do GDF Presente, DF LEGAL e Sanear DF retiraram 28 (vinte oito) sucatas de veículos que estavam abandonadas em diversos pontos da cidade. A ação foi realizada nos pontos mapeados pela administração da cidade, com base nas demandas recebidas por meio da Ouvidoria do GDF. 


O combate à dengue é uma preocupação antiga do Governador Ibaneis Rocha, que desde o início do seu mandato montou equipes de trabalho para o enfretamento da doença no Distrito Federal.  

Em Samambaia, as ações de combate ao mosquito Aedes aegypti estão acontecendo constantemente. “Estamos vistoriando e mapeando locais como paradas de ônibus, lotes vazios, edificações abandonadas, além de campanhas dentro dos grupos de moradores e em nossas redes sociais, visando a conscientização da população. Entretanto, para vencer essa batalha precisamos de toda população envolvida”, destacou o administrador de Samambaia, Gustavo Aires.


Em apenas um dia de trabalho, as equipes recolheram veículos abandonados em 10 ( dez) pontos da cidade. “Nem faço ideia de quanto tempo esse carro está aqui na rua. Isso era um potencial foco de dengue, fora o fato de que muitos moleques usavam esse veículo abandonando para se esconderem e usarem drogas à noite. Vejo que o Governador e a Administração da cidade estão se preocupando com coisas que outros governadores não ligavam”, relata Alex Andrade, morador da quadra 108.

Completando as ações do programa de combate à dengue, só nesta quarta foram recolhidas mais de 120 toneladas de lixo e entulho em vários pontos da cidade, o que em apenas 3 (três) dias de GDF Presente e Sanear DF em Samambaia representam 920 toneladas de possíveis focos de dengue que foram eliminados.

 

Em dois dias de serviços executados em Samambaia, no início desta semana, no período de 13 e 14 de abril, o programa Sanear DF recolheu 800 toneladas de inservíveis, lixos e entulhos na região.

Essa força-tarefa foi realizada nos pontos mapeados pela Administração Regional da cidade, no qual haviam demandas solicitadas pela população por meio da Ouvidoria.

 

Entre os mais de 18 locais no cronograma para a realização da limpeza, um lote abandonado na QS 404 mobilizou o maquinário do governo, o que trouxe alívio para o morador Vagner Oliveira. "Esse lote estava incomodando muito, pedimos várias vezes para o proprietário remover os lixos. Mas, graças a Deus, a Administração veio limpar" contou. 

Um dos objetivos dessa operação foi acabar com os focos de dengue, no qual pneus, garrafas e outros materiais foram descartados no Aterro Sanitário do DF.

"Os casos de dengue têm preocupado todo o GDF. Por isso é tão importante uma intervenção como essa. E contamos também com o auxílio da comunidade para vistoriar as suas próprias casas", pediu o administrador de Samambaia, Gustavo Aires.

Além dos entulhos, o Senear DF, coordenado pela Secretaria Executiva das Cidades, da Secretaria de Governo e Diretoria de Vigilância Ambiental (Dival), passou por mais de 100 áreas públicas para o combate ao coronavírus.

 

Nesta segunda-feira (13/04) a cidade de Samambaia recebeu as frentes de trabalho do programa Sanear/DF, a ação acontecerá por dois dias consecutivos e tem como objetivo reforçar o combate à pandemia provocada pelo Coronavírus (Covid-19), além do controle de doenças como dengue, zika, chikungunya, febre amarela e controle de arboviroses.

A intenção desta iniciativa é higienizar espaços públicos de grande circulação. No primeiro dia da ação foram assistidas unidades de pronto atendimento (UPA), unidade básica de saúde (UBS), estações de metrô e batalhão de polícia militar. Para essa finalidade, serão utilizados 2 caminhões-pipa, inseticidas, saneantes, além de 25 caminhões, 4 carregadeiras, 2 retroescavadeiras, 1 trator, entre outros maquinários, que serão empregadas na remoção de lixo, entulho e inservíveis.

 “O Governo do Distrito Federal e a Administração Regional de Samambaia estão trabalhando incansavelmente para eliminarmos a COVID-19 e a dengue em nossa cidade. Nosso objetivo maior é manter a população da nossa cidade a mais saudável e segura dentro do possível”, destaca o administrador de Samambaia, Gustavo Almeida Aires. 

Sobre o programa

O Sanear/DF foi instituído pelo Decreto nº 40.550, no qual dispõe sobre as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública decorrente do novo Coronavírus. O programa foi proposto pela Secretaria Executiva das Cidades, em conjunto com a Diretoria de Vigilância Ambiental em Saúde (Dival).

 


Na manhã desta segunda-feira (16/03), o Administrador Regional de Samambaia, Gustavo Aires, participou de reunião conjunta com a presidente do Conselho de Segurança de Samambaia, Lúcia Murta, com representantes da comunidade local, o senhor Kesley Garcia e a senhora Francisca de Souza e servidores da Secretaria de Educação. 

O objetivo deste encontro foi pleitear melhorias para as escolas da cidade, além de apresentar propostas para a implantação de escolas de gestão compartilhada na expansão de Samambaia, e diálogo sobre os pedidos frequentes da comunidade.

Como proposta, foram sugeridas o aumento do número de escolas de horário integral, a criação de uma escola de nível médio na expansão de Samambaia e a possibilidade da realização de atividades no contraturno escolar e interlocução para criar conselhos de segurança mirins.

 


Nesta terça-feira (10/03) foram iniciadas as ações para o plantio de 2.000 árvores nativas do cerrado na cidade de Samambaia. Essa iniciativa partiu do interesse do Governador Ibaneis Rocha em contribuir para um Distrito Federal mais verde e conta com o apoio e colaboração da Companhia Urbanizadora Nova Capital (NOVACAP) e da Administração Regional de Samambaia. 

Foram escolhidos alguns pontos estratégicos na cidade, como a avenida que passa em frente à Vila Olímpica, e as mediações dos seguintes pontos: Parque Gatomé, QR 302, lateral do Fórum, Estádio Rorizão, Estação do metrô terminal Samambaia.

Na avenida que corta a vila olímpica serão plantados 300 mudas de Ipê o que contribuirá para uma cidade mais bonita. A iniciativa foi aprovada pela população, em suas palavras a senhora Maria do Socorro Rocha relata “para mim, Ipês são as árvores mais lindas que existem. A cidade merece todo esse verde, Samambaia já é linda e ficará ainda mais bela”.

O Administrador Regional de Samambaia apoia essa ação e afirma “Samambaia tem um grande potencial, ainda tem muito para se desenvolver e antes de qualquer coisa, precisamos também nos preocuparmos com as questões ambientais, para que esse desenvolvimento possa acontecer de forma sustentável e ambientalmente correta. Por isso, estamos sempre atentos as questões relativas a compensação ambiental” afirma Gustavo Aires.

 

Na última sexta-feira (06/03), a Administração Regional de Samambaia, em parceria com o SENAC/ DF promoveu um ação social em valorização à mulher em virtude do dia 08/03 em que é comemorado o dia internacional da mulher.

O evento teve início às 08h da manhã e término às 16h, e no decorrer deste período cerca de 300 mulheres passaram pelo local e foram presenteadas com maquiagem, limpeza de pele, depilação, designer de sobrancelha, corte de cabelo feminino, penteado e manicure. 

A inciativa partiu do Administrador Regional de Samambaia que vislumbrou a possibilidade de contemplar as mulheres de Samambaia e as servidoras do órgão com um dia especial. Para Gustavo Aires “as mulheres desempenham um papel de extrema importância em nossa sociedade, elas são mães, servidoras, líderes, amigas, esposas, filhas. No meu ver não há palavras que possam definir relevância delas para nossas vidas. Então, nada melhor do que um dia voltado para cuidar de quem sempre estar zelando por nós homens”.

A iniciativa foi bem vista pelas mulheres que participaram da ação. A Senhora Maria Amaral relata sua experiência “eu só tenho a agradecer pelo dia de beleza que foi feito pela Administração, agradeço todos os colaboradores que deixaram todas nós mulheres lindas e maravilhosas”.

 Na ocasião, fez parte do encontro o diretor presidente da Empresa, Cândido Teles, diretores de áreas estratégicas do órgão, além dos representantes da Feira Permanente da QR 210.

A pauta do encontro consistiu na destinação de Emenda Parlamentar para o desmembramento da rede de energia elétrica da feira permanente da QR 210. Essa é uma reivindicação antiga dos feirantes que trabalham na localidade.

O Governador Ibaneis Rocha em seu mandato tem tratado como prioridade a questão de proporcionar mais qualidade de trabalho para os feirantes, além de permitir que as feiras do Distrito Federal venham a servir como atrativo para a população nos finais de semana.

Para Aires “a revitalização das feiras e a organização dos locais, tem sido uma grande prioridade em nossa gestão. Atualmente, temos trabalhado para o ordenamento de várias feiras na cidade. Temos realizado diversas reuniões com feirantes e presidentes de feiras, com o objetivo de alinhar a comunicação e permitir que ações realizadas sejam mais efetivas em cada ponto”.


SOBRE O PROGRAMA FEIRA LEGAL

O Programa Feira Legal foi lançado no dia 03 de setembro de 2019, com o objetivo de modernizar e legalizar espaços no Distrito Federal.

O projeto inicialmente pretende atingir cerca de 20 mil pessoas em 38 feiras permanentes e três shoppings populares. A Primeira etapa foi iniciada em Sobradinho, Gama, Núcleo Bandeirante, Guariroba, Ceilândia, Cruzeiro e São Sebastião. O Governador Ibaneis Rocha pretende com esse projeto tornar as feiras em pontos de encontro da comunidade e polos de consumo, cultura e gastronomia.

 


Na ocasião foram apresentadas questões relativas à manutenção de parques, quadras poliesportivas, sistema de drenagem pluvial, tapa-buracos, além de construção e manutenção de calçadas.

 

Em breve a cidade irá receber quase dois milhões destinados para a execução de benfeitorias na localidade. A atual gestão está comprometida em conseguir recursos para esses fins.

Para Aires "o nosso governador Ibaneis Rocha tem um grande apreço e muitos projetos  para nossa cidade, minha missão como administrador regional é ir atrás de concretizar esses interesses e colaborar para o desenvolvimento econômico e social de nossa amada Samambaia".

 

Hoje foi o lançamento do programa "Jornada Zero Violência contra meninas e mulheres"  com visita da Secretaria da Mulher na cidade


Encontro reuniu moradores e lideranças comunitárias para um tour nos equipamentos públicos da cidade, além da oportunidade para o diálogo sobre políticas públicas para o enfrentamento do problema


Samambaia tem se mobilizado para a causa das mulheres. Desde janeiro, os moradores e lideranças comunitárias, em parceria com a Administração Regional, tem realizado diversas atividades de prevenção aos casos de feminicídio que ocorreram em sequência na cidade. Assim, nesta terça-fera (03), para dar continuidade ao que tem sido realizado, a secretária da mulher do Governo do Distrito Federal, Éricka Filippelli, juntamente com a sua equipe, passaram a manhã visitando pontos de apoio às vítimas de agressão. Além disso, iniciaram o programa "Jornada Zero Violência Contra Mulheres e Meninas".

Esse programa tem rodado pelas cidades do DF pra conscientizar a população sobre a importância de proteger e auxiliar as vítimas a contarem os casos de abusos que sofrem, buscando o apoio especializado. 

Na ocasião, as visitas foram direcionadas ao Hospital Regional de Samambaia (HRsam), o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) da 317 e o programa de Prevenção Orientado à Violência Doméstica e Familiar (Provid), do 11° Batalhão da Polícia Militar, Núcleos de Atendimento às Famílias e aos Autores de Violência Doméstica (NAFAVD,) localizado no Fórum de Samambaia, 26° Delegacia de Polícia, Centro de Referência  Especializado de Assistência Social (CREAS), Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e a visita foi finalizada na 32° Delegacia de Polícia.  

Esse foi um grande encontro para fortalecer as políticas públicas sobre o tema que, de acordo com o administrador de Samambaia, Gustavo Aires, não aconteceria sem o apoio da comunidade. "Os moradores e lideranças comunitárias fizeram toda a diferença para que levantássemos a bandeira contra o feminicídio aqui em nossa cidade. E poder receber a Secretária da Mulher só fortalece as bases do governo na promoção e igualdade das mulheres. Elas têm voz", afirma Gustavo Aires.

Neste Sábado (01/02) a população de Samambaia esteve mobilizada para dizer um “basta contra o feminicídio”. Centenas de pessoas foram as ruas para declararem que não suportam mais ver tanta violência contra as mulheres. O ato aconteceu na 1ª avenida norte, partindo do Centro de Ensino Médio 414 em direção às quadras 206/204.

A ação despertou grande comoção nos participantes, pela triste lembrança que a cidade viveu, no início do mês de janeiro, quando em menos de 24h foi palco de três casos de feminicídios A caminha partiu da sugestão de vários grupos de mulheres que procuraram a Administração Regional de Samambaia na busca por traçar estratégias para o enfretamento ao tema, e como primeira medida seria realizado esse ato.

O evento  foi organizado pela  Administração Regional de Samambaia em conjunto com a comunidade e órgãos de Governo tendo como maior objetivo, desenvolver junto com a comunidade, um vínculo de segurança e envolvimento, que é a base para o crescimento e amadurecimento da sociedade em relação ao tema. Assim, permitindo mudar cenários e encorajar mulheres e familiares a denunciarem essa modalidade de crime.

Participaram do evento órgãos como a Secretaria da Mulher, Superintendência Regional de Saúde Sudoeste, PROVID, CREAS, CRAS, OAB-DF Subseção Samambaia Recanto das Emas, Procuradoria Especial da Mulher da CLDF, NAFAVD, Conselho Tutelar, Conselho de Mulheres Cristãs do Brasil, o coordenador do livro feminicídio, violência doméstica e familiar  contra a mulher, sob a perspectiva policial, mulheres feminicídio não e dentre outras Associações representativas das mulheres. 

Contou também com diversas autoridades presentes, dentre elas, o Administrador Regional de Samambaia, Gustavo Aires,  a Secretária da Mulher Sra. Erica Filipelli, a Administradora Regional do Riacho Fundo II, Ana Maria, o Administrador Regional do Recanto das Emas, Carlos Dalvan, do Superintendente de Saúde da Região Sudoeste, Dr. Luciano Agrizzi, Delegada da 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá), Dra Jane Klébia, Deputado Federal Júlio César, coordenador do livro, Major Luciano Loiola e dentre outros.

Além da caminhada, o evento ofereceu  tendas armadas na 1ª avenida norte, onde foram realizadas palestras sobre o feminicídio, na qual os órgãos participantes falaram para a comunidade sobre o trabalho que é realizado em defesa da mulher, orientaram para se evitar a violência doméstica e principalmente impedir que casos de Feminicídio venham a acontecer em todas as cidades do Distrito Federal.

Para Gustavo Aires , “ esse ato é apenas um marco, um passo para a mudança que queremos para Samambaia e para o Distrito Federal, daremos continuidade o ano todo, e estou empenhado em buscar para a cidade politicas públicas voltadas para as mulheres. Nossa caminhada  foi um pedido da população após as tragédias que aconteceram aqui, e esse é apenas o primeiro evento que estamos realizando com esse intuito de acabar com o feminicídio”.

Na ocasião, Éricka Filippelli anunciou o lançamento do programa jornada Zero violência contra mulheres e meninas, que será lançado na cidade dentro dos próximos dias, “vamos preparar as mulheres para não aguentarem o silêncio”, afirmou Éricka.  


Para a realização do evento foi necessário o apoio do Departamento de Trânsito (Detran-DF) e da Polícia Militar, para o fechamento das vias que ficaram momentaneamente bloqueadas até o término da passeata.

Na tarde desta quarta-feira (16/01), afim de traçar de forma emergencial estratégias para o combate ao feminicídio em Samambaia, a Administração Regional reuniu órgãos como a Secretaria da Mulher, a Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal, o Conselho de Segurança (CONSEG), representantes das Unidades Básicas de Saúde, lideranças comunitárias e mulheres da cidade.

O objetivo desse encontro foi discutir planos de ações rápidas para minimizar e coibir essas incidências. Infelizmente, a cidade está de luto, em decorrência dos três casos de feminicídio que aconteceram nas últimas 24h. O Administrador Regional de Samambaia, Gustavo Aires, preocupado com os acontecimentos, convidou para discussão, os órgãos estratégicos e mulheres envolvidas com a causa.

Para Aires, “Convidamos todos aqui na Administração para um diálogo, um planejamento de ações para o combate ao feminicídio. Infelizmente tivemos já alguns casos em Samambaia este ano e, por isso, precisamos conscientizar a população. Estamos contando com o apoio dos órgãos de Governo que se prontificaram a nos ajudar”.

A ocasião contou com a presença da Secretária da Mulher do DF, Éricka Filippelli, do representante da Secretaria de Segurança Pública, Wesley Araújo, com a presidente do CONSEG, Lúcia Murta, com a representante do projeto Mulheres Feminicídio Não, Lúcia Erineta, lideranças comunitárias, ativistas e mulheres da comunidade.

No DF, em 2019, foram registradas 34 vítimas de feminicídio, um triste e alarmante número que cresceu 61% se comparado com o ano de 2018. Crime que choca familiares, outras mulheres e a sociedade como um todo.

Infelizmente, em apenas 15 dias do mês de janeiro, quatro feminicídios foram registrados, sendo três deles em Samambaia. Essa notícia traz muita tristeza e desperta grande comoção e preocupação na população local. Eliane Medeiros, mãe de três filhos e advogada expõe sua impressão sobre o tema. “Esse encontro serviu para mostrar que a Administração está trabalhando junto com a comunidade. Esse vínculo é a base para a sociedade”.


Para Maura Lúcia Gonçalves, que é enfermeira e presidente da Rede Brasil Mulher, entidade conhecida nacionalmente e internacionalmente, por trabalhar todos os aspectos da violência contra a mulher, em seu discurso afirma, “a iniciativa da Administração da cidade e do Conselho de Segurança foi fantástica, essa foi a primeira vez que eu vi o Conselho de fazer esse diálogo com mulheres. Isso é muito bacana. Samambaia sai à frente de todas as cidades”.

No decorrer da reunião Éricka Filippelli comprometeu-se em trazer o quanto antes o programa “Jornada Zero” para a região, além de afirmar aos presentes que irá fazer um trabalho em relação ao tema na cidade. Já Wesley Araújo disse que “a cidade tem todo apoio da Secretaria (SSP/DF) para fazer uma melhor política para as mulheres”.

Em setembro de 2019, a cidade de Samambaia recebeu 880 mil reais de descentralização de crédito orçamentário destinado a custear despesas com a implantação de calçadas e manutenção de vias na Região Administrativa de Samambaia – RA XII. Esse recurso foi direcionado através de emenda parlamentar pelo Deputado Distrital Jorge Vianna, por esse meio foi possível construir 5.200 metros de calçadas, que contemplaram a QN 319 – próximo ao Centro Olímpico, QR 125, QR 115, QR 202 e QS 619.

O recurso empregado serviu para garantir mais segurança e qualidade de vida para os moradores da região. Para o líder comunitário Mateus Rocha, a destinação desta emenda representou “um ganho para todos nós aqui de Samambaia, são emendas importantíssimas, que nós sabemos que veio para nós ajudar e melhorar acessibilidade da nossa cidade. Essa iniciativa mostra o interesse do poder público em tentar solucionar esses problemas que já são históricos no caso de mobilidade.  Será importante para todos, mas em especial pra pessoas com deficiência, que é sempre importante, porque a locomoção é mais difícil.  Assim, parabenizo os idealizadores, no caso o Jorge Viana e o Rafael Prudente e os demais que virão colocar emendas dentro da cidade isso e importantíssimo e a acessibilidade para todos nós, é importante e gratificante”.

A população aguardava ansiosa para o início dessas obras, a última destinação orçamentária com essa finalidade aconteceu em 2017 e foi de apenas de 200 mil reais.  A Administração Regional de Samambaia recebeu inúmeras reivindicações tanto para manutenção, quanto para a construção de calçadas. Porém, um caso em específico motivo essa gestão pela busca de recursos para essa finalidade.

O Senhor Francisco Abinadário de Andrade, morador da QR 125, é cadeirante e há muito tempo vinha requisitando atenção a localidade em que reside, uma vez que, necessita de qualidade no asfalto, quebra-molas e calçadas para ter qualidade em sua locomoção. 

Francisco confirma que, “agradeço toda equipe da Administração e ao Governador Ibaneis. Fico muito grato por tudo e muito feliz com a notícia que tive, que Deus abençoe todos vocês e acredito que Samambaia será a melhor cidade do Distrito Federal”.  

Agora, a cidade recebeu mais 500 mil, destinados por emenda parlamentar do Deputado Rafael Prudente, com a mesma finalidade, sendo assim, mais áreas serão beneficiadas como é o caso das quadras QS 409, QN 504, QR 107 e QN 429. A fim de atender com maior eficiência toda a cidade foi elaborado projeto após o mapeamento dos locais com maior necessidade de intervenção imediatas. 

Para Gustavo Aires, Administrador Regional de Samambaia ações como essas “demonstram a preocupação do Governador Ibaneis Rocha, com a cidade e com a qualidade de vida da população. Hoje em dia devemos garantir que os direitos dos cidadãos sejam alcançados, e no caso das pessoas com deficiência, temos a defender que todos tenham seu direito de locomoção e acessibilidade de acordo com suas necessidades. O govenador tem tratado as demandas de Samambaia com muita relevância, nossa cidade tem um grande potencial e assim o Governo do Distrito Federal tem feito, permitindo o desenvolvimento e qualidade de vida para a população que reside na cidade”.

Na tarde desta terça-feira (07/01), o Administrador Regional de Samambaia, Gustavo Aires, participou de reunião com a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus). O objetivo desse encontro é a realização de estudo para implantação de mais um núcleo do Programa de Atendimento Multiprofissional às Vítimas de Violência (Pró-Vítima), para atender, desta vez, as demandas da população de Samambaia.

Na ocasião, o Administrador Regional e o Subsecretário de Apoio às Vítimas de Violência da Sejus, Diego Moreno, articularam a implantação de um novo núcleo do Pró-Vítima na Expansão de Samambaia, previsto para ser instalado na QR 431.

O Pró-Vítima é um programa de atendimento de psicologia e de assistência social voltado as vítimas de violência doméstica, intrafamiliar, psicológica, física, sexual e institucional, e seus familiares. É ofertado pela Sejus, por meio da Subav. Ao buscar o programa, as vítimas são acolhidas e orientadas sobre seus direitos socioassistenciais, além de participarem das sessões de terapia de apoio individual, com foco na violência vivenciada.

Os serviços oferecidos pelo Pró-Vítima são gratuitos, para todas as pessoas, independentemente de idade, identidade de gênero, condição social e ocorrem em núcleos já existentes localizados em Ceilândia, Planaltina, Paranoá, Guará, Taguatinga e na Rodoferroviária. Assim, a vítima de violência pode buscar um dos seis núcleos do Pró-Vítima de forma espontânea ou ser encaminhada por instituições e/ou autoridades públicas, assim como por amigos, parentes ou pessoas da comunidade.

Gustavo Aires relata que “ quando fui procurado pela Secretaria de Justiça para trazer o pró-vítima para Samambaia, o local que pensei foi justamente Expansão da cidade e nossa Sub- administração, justamente por ser o local onde há maior necessidade de atendimento e a nossa gestão tem se preocupado em oferecer o máximo de serviços em nossa Sub- administração que fica localizada na QR 431.

Com informações da SEJUS.


A Secretária de Obras autorizou a Companhia Energética de Brasília (CEB), para realizar a operação, com o investimento de R$390.179,93 para realizar as melhorias, com a substituição das lâmpadas convencionais para LED e a instalação de novos postes nas três Estações do Metrô em Samambaia (Furnas, Samambaia Sul e Terminal Samambaia).

Essa era uma reivindicação antiga dos usuários, que reclamavam da falta de segurança que a iluminação precária ocasionava. Para Rosa Rocha, “ essa é uma notícia muito esperada, todos os dias quando volto do trabalho e aguardo a integração com o ônibus, fico apreensiva, aqui (estação Furnas) é muito escuro. Graças a Deus, o movimento aqui é muito grande, se tivesse que esperar sozinha, seria terrível”. 

A iniciativa mais uma intervenção do governador Ibaneis Rocha, que dessa ação, visa atender os anseios da comunidade, de forma a levar maior segurança para os usuários de transporte público. No Distrito Federal, cerca de 160 mil pessoas utilizam o metrô para se locomover e essa ação será muito benéfica para milhares de pessoas que circulam pela nossa cidade.

O Administrador Regional de Samambaia, Gustavo Aires ressalta que “ a questão relativa a iluminação pública em Samambaia precisa ser melhorada e o governo está dando mais um passo na direção de solucionar esse problema. Vamos começar melhorando a iluminação dos locais com grande fluxo de pessoas, foi realizado isso em frente ao IFB (Instituto Federal Brasília –Samambaia) e houve também a solicitação junto a secretaria de obras para que fosse realizado a troca da iluminação nas estações do metrô”. 

Aires admite que precisa alcançar um avanço maior na questão relativa a iluminação pública e ressalta ainda que o governador Ibaneis Rocha, tem realizado contato com o Presidente da CEB, na busca por melhorias em vários pontos da cidade. O objetivo primordial da gestão é alcançar um grande progresso em 2020.

Programa de habitação contempla pessoas em situação de vulnerabilidade social

Esperando por um lar há 15 anos, Daiane Brandão, mãe de sete filhos, foi uma das moradoras de Samambaia contemplada pelo programa de moradia do Governo do Distrito Federal (GDF), por meio da Companhia de Desenvolvimento Habitacional (Codhab). Ela recebeu o resultado neste ano, após participar de um acampamento na quadra 103 da cidade e ter sido cadastrada pela Federação dos Inquilinos do DF (FID), com o apoio da Administração Regional da cidade, que viabilizou os trâmites para que o programa ocorresse em tempo hábil.

"Senti muita alegria e emoção", disse Daiane, após ver o seu nome na lista dos primeiros contemplados. Com previsão para ser entregue até janeiro do próximo ano, a casa está sendo erguida na 619 Norte, um local bem localizado, próximo às escolas e creches nos quais poderá matricular os seus filhos. "Este ano o governo está demais. Muito bom, de parabéns. É um dos melhores que já vi. O que o Ibaneis está fazendo pela gente não tem preço, é a realização de um sonho", concluiu.

O modelo de habitação, que já está sendo construído, é o chamado Módulo Embrião, que são casas com um quarto, sala, banheiro e cozinha. Entretanto, é possível que os sorteados possam ampliar o domicílio, posteriormente, com o ajuda da equipe técnica, de engenheiros e arquitetos, da Codhab.

Desde 2005, a Federação tem lutado para garantir um dos direitos de todo cidadão, que é ter a sua casa própria. No ano passado, eles se instalaram em um acampamento feito de barracas, o que não caracteriza invasão, e conseguiram o levantamento socioeconômico de 889 famílias, mas cerca de 200 dessas foram classificadas em situação de vulnerabilidade, pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social, antiga SEDESTMIDH. 

Essas famílias recebem benefícios, como bolsa família, sendo a maioria autônomas e sem outra renda fixa. Além disso, muitas mães e pais, contemplados pelo programa, têm filhos portadores de necessidades especiais, o que requer um maior cuidado e atenção. Como o menino  Riquelme, no qual a sua mãe Evani foi agraciada e irá receber o domicílio pelo Módulo Embrião. 

O sonho dessas pessoas se tornou possível graças a algumas iniciativas do governo, como a Novacap, que doou 108 lotes na cidade. Isso porque a empresa identificou a área como zona de interesse social e os 30 primeiras casas estão sendo construídas por meio de emenda parlamentar. 

E o projeto tem se expandido. Em novembro deste ano, foi liberado pelo Conselho Gestor do Fundo Distrital de Habitação de Interesse Social (Fundhis), aproximadamente R$5 milhões, para erguer mais 77 lares. Para Ruth Stéfane Costa, diretora de comunicação da Federação dos Inquilinos, que esteve presente ao longo de todos esses processos, observa com satisfação o trabalho feito para ver essas famílias contempladas. "Nós documentamos tudo. Inclusive, eles estão recebendo os lotes de graça, tanto por meio da FID como por parte do GDF".

No dia 7 de novembro, na votação pelo Fundhis, o administrador de Samambaia, Gustavo Aires, participou de toda sessão. Na ocasião, mais de 100 pessoas aguardavam o resultado, que foi muito comemorado com a liberação da verba. “Naquele dia vi a necessidade de muitas famílias em ter uma moradia, com a emoção que demostraram após anunciarmos que mais 77 casas seriam construídas. Sou grato por fazer parte do governo Ibaneis Rocha e ver ele trabalhando tanto pela população de Samambaia”, contou Aires.

No período de 21 de setembro a 8 de dezembro, em todo Distrito Federal, foram plantadas 11.099 árvores, sendo que 1.550 dessas foram em Samambaia. Esse feito ocorreu dentro do projeto é tempo de plantar.

O Governo do Distrito Federal e a Administração Regional de Samambaia, preocupados com o meio ambiente e tendo ciência da importância do projeto não só para a cidade, mas para o ecossistema como um todo, apoiou o PROJETO AÇÃO PLANTAR, liberando servidores para auxiliarem no projeto e disponibilizando maquinário para a perfuração dos berços. 

No último domingo (07/12), a ação contou com a iniciativa plantio nos parques, que consistiu na realização simultânea de plantio em diversos parques no DF. O evento foi marcado por doze parques administrados pelo Brasília Ambiental que receberem cerca de 4.000 mudas nativas do Cerrado, mais essa inciativa liderada pelo movimento Tempo de Plantar. 

Em Samambaia, a iniciativa foi organizada pelo ambientalista Edimi Moreira e contou ainda com a participação da sociedade civil e do projeto Pé de Planta. Além do Instituto, a atividade possui ainda o apoio das Administrações Regionais e Grupos de Escoteiros.

 

#BrasíliaAmbiental #Plantio #ParquesDF


Na manhã desta sexta-feira (29/11), a Administração Regional de Samambaia e a Superintendência Regional de Saúde Sudoeste, preocupados com a importância da iniciativa Novembro Azul, estiveram realizando uma ação na Estação do Metrô Furnas. A campanha teve como objetivo a conscientização e orientação de homens que passaram pelo local.

A iniciativa serviu para contribuir com a conscientização e diagnóstico precoce do câncer de próstata, além da detecção de outras doenças. Na ocasião foram ofertados atendimentos de aferição de pressão arterial, teste rápido de glicemia, palestra HPV/Sífilis, testes rápidos de glicemia, HIV,  hetatite B, hepatite C, sífilis, pedido PSA e distribuição de preservativos.


Ao total foram realizados 420 atendimentos, mais de 5 mil unidades de preservativos foram distribuídas para aproximadamente 1260 pessoas, além da distribuição de mais 5 mil cartilhas contendo orientação sobre prevenção de doenças.

O Administrador Regional de Samambaia, Gustavo Aires, menciona sobre a importância de campanhas como a que foi realizada na estação do Metrô. “Os órgãos do governo devem estar sempre em contato e interagindo com a população. Assim, estaremos planejando com a Superintendência para que ações como essa sejam permanentes e deixem de acontecer apenas em datas sazonais. Veremos como será possível contribuir, pois a informação é a base de tudo”.

 

 


A ação foi articulada entre a Diretoria de Articulação da Administração Regional de Samambaia, Aldinese Barbosa e a Gerência de Acesso e Qualidade da Atenção Primária, da Diretoria Regional de Atenção Primária, da Superintendência da Região de Saúde Sudoeste, Rodrigo Rodrigues Miranda. Essa articulação gerou um impacto positivo nos participantes.


Para o Senhor Marcos Fortunato, 51 anos, a disponibilidade desses exames de saúde facilitou a ida dele até um Posto de Saúde. "Foi sensacional, resolveu tudo. O atendimento rápido, fiz todos os testes de forma ágil. Dali, já sai com o encaminhamento para o Hospital (HRSAM) e colhi o sangue na hora e, daqui a 5 dias, receberei o resultado do PSA. Muito eficiente e resolveu meu problema”.  

Para o Superintendente Regional de Saúde da Região Sudoeste, Dr. Luciano Agrizzi, “essa é uma ação fundamental para a população para podermos estar articulando junto a Administração de Samambaia, para promover a saúde dos homens. Ebtendemos que deve ter essa importância regular e eles precisam ser estimulados a procurarem melhorar sua saúde. Assim, a Secretaria tem buscado participar dessas ações para ajudar os homens”.
Agrizzi, ressaltou ainda, sobre a importância da ação, ter sido realizada em conjunto com a Administração Regional. "Pretendemos estar participando de outros ciclos de atividades, como a realizada hoje".

 

A Administração Regional (RA) de Samambaia e a Secretaria de Transporte e Mobilidade – SEMOB, atendendo aos anseios e reivindicações dos usuários do transporte público na cidade, se dispuseram a estar realizando uma Audiência Pública para tratar do transporte na localidade. O encontro está previsto para acontecer no dia 03 de dezembro, às 19h, na QR 303, Centro de Ensino Especial nº 01, área especial, em Samambaia-DF.


A Audiência tem como objetivo ouvir os anseios e mapear as dificuldades enfrentadas diariamente por quem utiliza o transporte público na RA. Essa iniciativa partiu de uma conversa entre o administrador regional de Samambaia, Gustavo Aires e o secretário de Transporte e Mobilidade, Valter Casimiro.


Para Gustavo, a decisão de realizar esse encontro partiu da seguinte premissa. “O governador Ibaneis Rocha pediu para que os administradores estivessem próximos à comunidade e sempre temos ouvido os pedidos da população referente ao transporte público aqui em Samambaia. Então, em conversa com o Secretário Valter, fiz a sugestão da audiência e, de pronto, ele aceitou a sugestão”.

Segundo Aires, o encontro servirá para contribuir com a melhoria do transporte na localidade e, para isso, o convite foi estendido às Secretarias de Governo, Executiva das Cidades e Atendimento à Comunidade, além da Urbi, empresa que contempla a RA. Desta forma, será possível entender os gargalos do transporte e, assim, dar encaminhamentos efetivos às demandas da população.


Atualmente, Samambaia conta com 93 linhas de ônibus que se originam ou passam pelo local, algumas delas permitindo a integração com o metrô. Ainda dispõe de 253 abrigos de passageiros, sendo que no início deste ano, 33 foram substituídos e outros criados.


Transporte em Samambaia

A Semob promoveu, em 2019, a sincronização das linhas de ônibus, reforçando as viagens que saem do Terminal Norte da cidade que, inclusive, foi revitalizado, juntamente com o Terminal Sul. Na via da EPNB, cerca de 60% dos usuários utilizam os coletivos no sentindo Samambaia

Na manhã da última segunda-feira (25/11), o projeto Dançart Especial esteve apresentando mais um grande espetáculo para alunos do Distrito Federal. A apresentação aconteceu no teatro da Católica e reuniu alunos de Samambaia e Recanto das Emas, totalizando 780 pessoas.

 

O objetivo do projeto é trabalhar a inclusão social de crianças e jovens com deficiência através da dança, o projeto visa trabalhar com a individualidade de cada um, respeitando suas limitações. Para Sônia Ramalho, idealizadora do projeto, “o projeto nasceu em 2008, no Centro Especial 01 e Samambaia, com o objetivo de levar arte inclusiva para as escolas, teatro, fazer com que os alunos ganhem autonomia e sejam respeitados como tal. Então, era para permitir com que eles saíssem dos muros das escolas”, conta Sônia.
 


“Realizamos a primeira apresentação com o tema Romeu e Julieta e levamos para todas as escolas de Samambaia, Recanto das Emas e depois levamos para o teatro e trazer as escolas para vivenciar uma arte inclusiva”, ressalta ainda.

A iniciativa é voltada para pessoas com deficiência de todos os lugares do Distrito Federal e do Entorno, não se limitando a nenhum tipo de deficiência. Neste ano, recebeu o auxílio do Fundo de Apoio à Cultura do DF (FAC/DF), o que traz  ao projeto a expectativa de crescer com novos participantes nas oficinas ministradas durante 2019.


O Administrador Regional de Samambaia, Gustavo Aires, foi convidado para abrir essa edição “É uma grande felicidade para a cidade ter dado início a esse projeto de inclusão, em que nós temos que dar atenção todos os dias, vemos que é possível a cada dia que passa que pode ser aprimorado. Essa inclusão precisa crescer, sair de Samambaia e partir para todo o Distrito Federal. Desejo que esse projeto se espalhe para todo o Distrito Federal”.


Projetos como esses refletem o desejo do Governador Ibaneis Rocha que é de trabalhar para que o Distrito Federal seja cada vez mais inclusivo, pois essa é uma bandeira que será defendida por essa gestão, que prioriza, não somente a inclusão, mais a qualidade de vida para todos.

 

Matéria: ASCOM/ RA XII

Na noite desta segunda-feira (25/11), aconteceu um belo encontro entre empresários locais e autoridades de governo. Essa foi uma iniciativa da Administração Regional, com o apoio de um grupo de empresários que movimenta a cidade.


O objetivo foi estreitar laços e oxigenar a economia local, uma vez que, para o desenvolvimento da região como um todo, é primordial que esse setor, juntamente com a administração pública e os órgãos governamentais, estejam unidos em prol da população. Esse foi o intuito da noite, mostrar aos presentes as facilidades e preocupações que o governo Ibaneis Rocha tem para com esse público de extrema importância para a cidade.

A ocasião foi registrada por alguns empresários como um marco histórico. Assim, ressaltou Tiago Freitas de Deus. "Muitas vezes, tínhamos receio de procurar a Administração. Mas agora, desse jeito, vamos diminuir a distância entre os empresários e o governo".

O administrador de Samambaia, Gustavo Aires, disse que estreitar os laços com esse grupo possibilita o progresso para a geração de empregos. Além disso, que o  governador Ibaneis tem buscado o diálogo com a categoria, buscando por meio da Administração, um local onde as portas estarão sempre abertas. "Estamos sempre à disposição para recebermos as suas sugestões, para que possamos aperfeiçoar a nossa gestão", disse Gustavo Aires.

No encontro estiveram presentes o Deputado Distrital, Jorge Vianna, o Secretário de Projetos Especiais, Roberto Andrade, o Subsecretário Secretário de Desenvolvimento Econômico, Márcio Farias, Diretor da Rede e Canais do BRB, Dário Garcia, o Secretário do DFlegal, Georgeano Fernandes, Diretor de Novo Negócios da Terracap, Sérgio Nogueira o comandante do 11° BPM, Major Heberton, entre outras autoridades que abrilhantaram esse momento tão importante para Samambaia.


O Governo do Distrito Federal, a Administração Regional de Samambaia, com o apoio das Secretarias de Projetos Especiais, Desenvolvimento Econômico, DF Legal, Terracap, BRB. Polícia Militar estão empenhados em alavancar o desenvolvimento da cidade como um todo.

 

Na manhã desta quinta-feira (21/11), o Administrador Regional de Samambaia, Gustavo Aires, acionou a Defesa Civil para que emitissem laudo e analisassem a situação da erosão que se formou na BR 060, sentido Goiânia. Essa é uma situação que vem afligindo os moradores da região, pois quando chove, a área recebe fortes correntes de água que acaba levando todo o aterramento do canteiro.

Na tarde de ontem (20/11) uma motocicleta que passava pelo local foi soterrada, essa situação despertou grande preocupação na Administração Regional de Samambaia, que ao tempo do ocorrido esteve no local para acompanhar o fato e logo requisitou auxílio dos órgãos competentes.


A Defesa Civil já esteve notificando a concessionária responsável pela rodovia, que é a empresa TRIUNFO, para que seja iniciado o trabalho de recuperação da área afetada. Em virtude de haver tubulações da Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) e da Companhia Energética de Brasília (CEB) no local, as respectivas empresas foram oficializadas para tomarem conhecimento da situação.


Na ocasião o Coronel da Defesa Civil, Sérgio Sampaio, se posicionou da seguinte forma “ o problema foi sério e representou cerca de 3km, de deficiência no sistema de drenagem da BR-060. Já aconteceram algumas reuniões com a Administração e com a concessionária e houve um avanço no sentido da solução definitiva do problema. A Defesa Civil percebeu claramente que existem riscos de danos materiais. Assim, a empresa responsável pelo trecho foi notificada, que é a TRIUNFO”.


Essa é uma situação que desperta grande preocupação para o Governo do Distrito Federal, que busca em primeiro lugar a segurança e o bem-estar da população. Para o Administrador da cidade “ assim que detectamos os estragos da chuva, acionamos a Defesa Civil para que fosse realizada a vistoria, pois entendemos que o risco eminente à população era nítido e foi constatado pelo Coronel Sérgio. Serão cobradas as melhorias e benfeitorias necessárias, iremos trabalhar incansavelmente para a preservação de vidas, esse é trabalho que a Administração estará realizando e é o que o governador Ibaneis Rocha quer”

 

 Uma nova história está sendo contada por Bruno da Silva. Veio de Rondônia para Brasília procurando novas oportunidades para levar sustento aos seus familiares. Ao chegar na cidade matriculou-se no Centro de Ensino Fundamental 404, de Samambaia, mesmo apresentando boas notas, teve dificuldade de encontrar emprego e casa para morar. 

Mas a história de Bruno tomou outro rumo durante uma das atuações do programa de governo, GDF Presente. As frentes de trabalho se deslocaram para o local com o objetivo de retirar entulhos na QI 416, a equipe se deparou com o rapaz deitado sob uma árvore.

"No primeiro momento pedimos para ele se retirar pois iríamos fazer a ação no local. Ele foi juntando o pouco que tinha em uma mochila, mas aquilo apertou o nosso coração", contou Flávio Lopes, assessor que executa o GDF Presente pela Secretaria Executiva das Cidades.

Assim, de imediato, levaram Bruno para o Na Hora, retirando seus documentos pessoais. Afim de garantir ele não voltasse a morar nas ruas, conseguiram ainda uma moradia digna.

Porém, não satisfeitos, o Administrador Regional de Samambaia, Gustavo Aires, juntamente com o Flávio do GDF Presente e a Administração foram atrás de um emprego para o jovem, uma missão que foi atendida em um restaurante da região, com carteira assinada.

"Nós nos sensibilizamos com a história. O governador Ibaneis Rocha sempre fala que o maior desafio do governante é cuidar das pessoas. E temos certeza que ele, sabendo da atuação de um dos principais programas desta gestão, vendo o jovem nessa situação, agiria de imediato para dar uma melhor condição de vida para o Bruno", contou Gustavo Aires.

 

Agora, ele passa a viver um novo momento, recebeu doações de roupas e alimentos dos moradores de Samambaia, que também se sensibilizaram com o depoimento. Bruno se diz grato pela equipe do GDF Presente e da Administração Regional terem o encontrado enquanto o objetivo seria apenas atender uma demandada que há muito tempo vinha sendo reivindicada pela população, que era um local utilizado indevidamente como “lixão”. "Quero agradecer as pessoas que me ajudaram. E obrigado pelos presentes", disse Bruno.  

A área

A área que servia como descarte de entulhos e lixos em que Bruno da Silva morava, foi revitalizada e recebeu uma quadra de areia para o lazer dos moradores do Setor de Mansões de Samambaia. Inclusive, com o período de férias chegando, já é possível ver as pessoas aproveitando o novo espaço.

Materia: Ascom/XII

Fotos: Dejan Araujo

Cidadão, este espaço é seu! Utilize o seu direito de colaborar com o Governo do Distrito Federal e registre sua manifestação. Você pode registrar uma reclamação, denúncia, sugestão, elogio e informações de caráter geral sobre serviços da administração pública, tais como horários de funcionamento, números de telefone, endereços, entre outras. As ouvidorias do Governo do Distrito Federal estão à sua disposição para juntos construirmos uma cidade melhor para todos. Opções de contato – internet, telefone e presencialmente – escolha a melhor forma e faça seu registro. Agora o serviço de ouvidoria conta com novo sistema para registro e acompanhamento de manifestações, o OUV-DF.

Foram realizadas melhorias para oferecer mais facilidades e informações para você. Clique aqui e confira!

Carta de Serviços ao Cidadão é um instrumento de controle social que facilita a sua participação nas ações e programas do Governo do Distrito Federal. Nela você encontrará informações claras e acessíveis sobre os serviços prestados por cada órgão e entidade distrital. Bem informado, você poderá avaliar os compromissos assumidos pelo Governo em relação aos serviços que presta. Após sua leitura, solicite, questione e colabore. As informações irão facilitar seu dia a dia.

Navegue no menu ao lado para conhecer todos os serviços e caso queira conhecer as demais Cartas de Serviços, acesse o Portal do Governo do Distrito Federal.

Dê sua opinião

– Participe da pesquisa e colabore com o aprimoramento das Cartas de Serviços ao Cidadão – clique aqui.

– Para registrar reclamação, sugestão, elogio ou informação sobre qualquer Carta de Serviços acesse o sistema de Ouvidoria Ouv-DF clique aqui.

Solicitação de Serviço – Aqui você também pode solicitar serviço. Se quiser conhecer mais sobre todos os serviços oferecidos acesse o Portal do Governo de Distrito Federal.

Caso prefira solicitar um serviço agora clique aqui.

Lei de Acesso à Informação – Você pode solicitar informações sobre ações, programas, despesas, contratos, servidores, entre outros temas previstos na Lei Distrital de Acesso à Informação nº 4.990/2012 . Este é um direito do cidadão garantido pela Constituição Federal. Confira mais informações no banner de Acesso à Informação disponível nos sites dos órgãos do Governo do Distrito Federal.

Opções de contato – Internet, telefone e presencialmente – escolha a melhor forma e faça seu registro.

Quero fazer um pedido de informação agora  http://www.e-sic.df.gov.br

Telefone: 3359 9354

 

Participar é um direito seu!

 

 

O que é Ouvidoria?
A Ouvidoria é um espaço de comunicação entre o cidadão e o governo onde você pode registrar suas demandas sobre os serviços públicos.

Tipos de demandas


O que NÃO é considerada manifestação de Ouvidoria para o Governo do Distrito Federal:

  • Demandas referentes à esfera Federal ou sobre outros Estados.
  • Irregularidades ocorridas entre particulares, sem envolvimento de servidor ou órgão público.

Canais de Atendimento

 

CENTRAL 162 e Sítio
De segunda a sexta das 7h às 21h
Sábado, domingo e feriados das 8h às 18 h
*Ligação gratuita para telefone fixo.
** Recebe ligação de aparelho celular.
Sítio: http://www.ouv.df.gov.br

PRESENCIALAtendimento Presencial
Sede da Administração Regional de Samambaia
Quadra 302 conjunto 13 Lote 05 – Centro Urbano – CEP 72300-655 – Samambaia – DF 
Horário de atendimento: de 08h às 12h e de 14h às 18h (de segunda à sexta-feira)

 

 

 

 

 

 

 

 

Prazos

 

Elementos fundamentais para o registro de uma denúncia:

  • NOMES de pessoas e empresas envolvidas
  • QUANDO ocorreu o fato
  • ONDE ocorreu o fato
  • Quem pode TESTEMUNHAR
  • Se a pessoa pode apresentar  PROVAS

 

Tratamento específico para denúncias: Avaliação, classificação e encaminhamento realizados pela Ouvidoria-Geral do Distrito Federal.

Registro Identificado

  • Apresentação do documento Cadastro de Pessoa Física – CPF
  • Sigilo conforme Art. 23, inciso I, do Decreto nº 36.462/2015.

Registro Anônimo

  • Haverá análise preliminar para confirmar se os fatos presentados são verdadeiros.

Normas e Regulamentações

 

  • Decretos

  • Sistema de Gestão de Ouvidoria SIGO-DF – (DECRETO Nº 36.562,DE 23 DE ABRIL DE 2015)
  • Institui a Carta de Serviço ao Cidadão – (DECRETO Nº 36.419,DE 25 DE MARÇO DE 2015)
  • Procedimentos para Credenciamento de Segurança da Informação – (DECRETO Nº 35.382, DE 29 DE ABRIL DE 2014)
  • Regulamento a Lei de Acesso à Informação no âmbito Distrital – ( DECRETO Nº 34.276, DE 11 DE ABRIL DE 2013)
  • Fraseologia anticorrupção em editais de licitação, contratos – GDF – ( DECRETO Nº 34.031,DE 12 DE DEZEMBRO DE 2012)
  • Credenciamento de Segurança e tratamento de informação – (DECRETO Nº 7.845, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2012)
  • Supervisão técnica e a orientação normativa da STC-DF – ( DECRETO Nº 32.840, DE 6 DE ABRIL DE 2011)

 

  • Instrução Normativa

  • Guia Metodológico e Estratégia de Implantação da Carta de Serviços ao Cidadão do Distrito Federal – (INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 1, DE 26 DE MARÇO DE 2015)
  • Disciplina a realização da investigação preliminar no âmbito dos órgãos e entidades da Administração Direta e Indireta do Poder Executivo – (INSTRUÇÃO NORMATIVA N° 4, DE 13 DE JULHO DE 2012)
  • Regulamenta os procedimentos dos serviços de ouvidoria tratados na Lei n° 4.896/2012, Decreto n° 36.462, de 23 de abril de 2015 e estabelece instrumentos de responsabilização dos participantes da rede de ouvidorias e áreas envolvidas – (INSTRUÇÃO NORMATIVA N° 01, DE 05 DE MAIO DE 2017)

PESSOA FISÍCA

 

PARA EMPRESA

 

 

 

 

ÁDAMO ARAUJO, DA AGÊNCIA BRASÍLIA

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, árvore, planta, céu, atividades ao ar livre e natureza
Equipe da Samambaia e Novacap trabalham na poda de árvores na Escola Classe 318. Foto: Dênio Alves/Adm Samambaia
Até 9 de fevereiro, unidades recebem ações como roçagem do mato e poda de árvores. Ideia é preparar o ambiente para a volta às aulas.

As 667 escolas das 14 coordenações regionais de ensino de Brasília recebem, até 9 de fevereiro, corte de mato alto e poda de árvores, entre outros serviços de limpeza e manutenção. Executado pela Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap), o mutirão, iniciado nesta terça-feira (31), prepara as unidades para o retorno às aulas em 10 de fevereiro, conforme calendário da Secretaria de Educação.

Esse trabalho também ocorreu no ano passado, na semana que antecedeu o começo do ano letivo. De acordo com o diretor-presidente da Novacap, Júlio Menegotto, a ideia é preparar o ambiente para os estudantes. “Vamos seguir um cronograma de prioridades das regionais, principalmente para a poda de árvore”, informou.

300Número de profissionais que atuam na operação de limpeza e manutenção das escolas públicas do DF

Para a ação, foram colocadas cinco equipes à disposição da secretaria. São atendidas até quatro regionais por vez. A maior delas recebe dois grupos, devido ao tipo de equipamento necessário, mais pesado e específico.

Segundo a companhia, são usados 219 roçadeiras laterais, 17 máquinas especiais (minitratores de roçagem) e quatro tratores com roçadeira para podas mais altas. Há ainda motopodas, motosserras e caminhões.

 

IMG_3723
Fim do drama de alagamentos: Quadra 408 recebe obras de drenagem pluvial!

Há cerca de 20 anos moradores da quadra 408, Samambaia Norte convivem com o risco de alagamentos em suas residências sempre que o período chuvoso se inicia. O motivo era que o sistema de drenagem pluvial era insuficiente para atender a demanda. 
Nesta quarta(7), em parceria com a Administração Regional, a Novacap deu início a obras de rede de drenagem pluvial e execução de novas bocas de lobo para atender àquela região. A previsão de término desta obra é de no máximo 30 dias, favorecendo a comunidade local.

 IMG_3742

ceb 1

Sexta, ((11) a CEB deu início as obras de iluminação nas Quadras 301, 101,, 302 e 102 de Samambaia. 
O administrador Paulo Silva, esteve presente no local para acompanhar de perto tal obra que irá beneficiar uma área que atinge cerca de 7 mil pessoas.
Os recursos para esta obra veio através de emenda parlamentar do Deputado Julio Cesar que também esteve presente no local.

ceb2

 

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros