15 de outubro

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
16/01/20 às 14h14 - Atualizado em 16/01/20 às 14h14

ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DE SAMAMBAIA PROMOVE ENCONTRO PARA ALINHAMENTO DE ESTRATÉGIAS EM COMBATE AO FEMINICíDIO

COMPARTILHAR

Na tarde desta quarta-feira (16/01), afim de traçar de forma emergencial estratégias para o combate ao feminicídio em Samambaia, a Administração Regional reuniu órgãos como a Secretaria da Mulher, a Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal, o Conselho de Segurança (CONSEG), representantes das Unidades Básicas de Saúde, lideranças comunitárias e mulheres da cidade.

O objetivo desse encontro foi discutir planos de ações rápidas para minimizar e coibir essas incidências. Infelizmente, a cidade está de luto, em decorrência dos três casos de feminicídio que aconteceram nas últimas 24h. O Administrador Regional de Samambaia, Gustavo Aires, preocupado com os acontecimentos, convidou para discussão, os órgãos estratégicos e mulheres envolvidas com a causa.

Para Aires, “Convidamos todos aqui na Administração para um diálogo, um planejamento de ações para o combate ao feminicídio. Infelizmente tivemos já alguns casos em Samambaia este ano e, por isso, precisamos conscientizar a população. Estamos contando com o apoio dos órgãos de Governo que se prontificaram a nos ajudar”.

A ocasião contou com a presença da Secretária da Mulher do DF, Éricka Filippelli, do representante da Secretaria de Segurança Pública, Wesley Araújo, com a presidente do CONSEG, Lúcia Murta, com a representante do projeto Mulheres Feminicídio Não, Lúcia Erineta, lideranças comunitárias, ativistas e mulheres da comunidade.

No DF, em 2019, foram registradas 34 vítimas de feminicídio, um triste e alarmante número que cresceu 61% se comparado com o ano de 2018. Crime que choca familiares, outras mulheres e a sociedade como um todo.

Infelizmente, em apenas 15 dias do mês de janeiro, quatro feminicídios foram registrados, sendo três deles em Samambaia. Essa notícia traz muita tristeza e desperta grande comoção e preocupação na população local. Eliane Medeiros, mãe de três filhos e advogada expõe sua impressão sobre o tema. “Esse encontro serviu para mostrar que a Administração está trabalhando junto com a comunidade. Esse vínculo é a base para a sociedade”.


Para Maura Lúcia Gonçalves, que é enfermeira e presidente da Rede Brasil Mulher, entidade conhecida nacionalmente e internacionalmente, por trabalhar todos os aspectos da violência contra a mulher, em seu discurso afirma, “a iniciativa da Administração da cidade e do Conselho de Segurança foi fantástica, essa foi a primeira vez que eu vi o Conselho de fazer esse diálogo com mulheres. Isso é muito bacana. Samambaia sai à frente de todas as cidades”.

No decorrer da reunião Éricka Filippelli comprometeu-se em trazer o quanto antes o programa “Jornada Zero” para a região, além de afirmar aos presentes que irá fazer um trabalho em relação ao tema na cidade. Já Wesley Araújo disse que “a cidade tem todo apoio da Secretaria (SSP/DF) para fazer uma melhor política para as mulheres”.

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros