30 de maio

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
9/02/23 às 13h22 - Atualizado em 9/02/23 às 13h23

ETA Rio Descoberto, que abastece 60% da população do DF, completa 37 anos

COMPARTILHAR

Responsável por 50% da água produzida na capital, o que corresponde ao atendimento de quase 60% da população do Distrito Federal, a Estação de Tratamento de Água Rio Descoberto (ETA RD) completou 37 anos. A ETA atende 15 regiões e é a maior unidade de tratamento de água da Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb).

Com processos mais modernos, a ETA RD conseguiu reduzir perdas de água de 5% a quase zero | Fotos: Marco Peixoto/Caesb

A operação da ETA RD foi iniciada em 7 de fevereiro de 1986. À época, a capacidade de tratamento era de três mil litros/segundo, com tecnologia de filtração direta. Atualmente, a estação possui capacidade projetada para até seis mil litros/segundo. Com os diversos investimentos e melhorias, os processos ficaram mais modernos com a redução das perdas de água de 5% a quase zero.

Em 2022, a ETA RD operou com vazão média de quatro mil litros/segundo. Essa produção atendeu as cidades de Ceilândia, Taguatinga, Vicente Pires, Águas Claras, Samambaia, Riacho Fundo, Riacho Fundo II, Recanto das Emas, Gama, Santa Maria, Núcleo Bandeirante, Park Way, Candangolândia, Sol Nascente/Pôr do Sol e Arniqueira.

Estação recebe visita de técnicos de diversos países e de alunos de escolas públicas

Segundo o gerente dos Sistemas Produtores de Água Descoberto e Brazlândia, Wellington Ribeiro de Freitas, a partir de 2010 a companhia intensificou os investimentos na automação das unidades operacionais, incluindo a ETA RD. “Com isso, houve o desenvolvimento de um novo sistema de supervisão e infraestrutura composta por rede de transmissão, equipamentos, instrumentação de processo e nova sala de operação, propiciando, assim, melhoria das condições operacionais da unidade e da estabilidade do processo”, esclarece o gerente.

Pelo tamanho e por sua arquitetura permitir a visualização da água que chega à estação, a ETA RD recebe um elevado número de visitantes todos os anos. Técnicos de diversos países e outras companhias de saneamento vão à unidade para conhecer o sistema, considerado uma referência. Em 2019, a estação recebeu a visita de quase 1.400 pessoas, entre alunos de escolas públicas e outras instituições. Com a pandemia, as visitas estiveram suspensas, mas foram retomadas em agosto de 2022.

 

*Com informações da Caesb

*Fonte: Agência Brasília I Edição: Débora Cronemberger

Mapa do site Dúvidas frequentes