28 de maio

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
14/02/23 às 10h17 - Atualizado em 14/02/23 às 10h23

Restaurantes comunitários oferecem dicas de planejamento alimentar

COMPARTILHAR

Mural produzido pela equipe do Restaurante Comunitário de Brazlândia | Foto: Divulgação/Sedes

 

Planejar o cardápio semanal das refeições, ter o hábito de conferir os alimentos disponíveis na despensa e geladeira e seguir uma lista de compras. Essas são algumas das dicas que a população vai receber nesta terça-feira (14) nos 14 restaurantes comunitários do Distrito Federal. Coordenada pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), a ação está marcada para o horário de almoço, das 11h às 14h.

As nutricionistas que atuam nos restaurantes vão distribuir panfletos e conversar pessoalmente com os frequentadores sobre a importância de fazer um planejamento alimentar.

“Pensar com antecedência no preparo das refeições e melhor aproveitamento dos alimentos, além de evitar o desperdício, é uma forma eficaz de garantir uma alimentação saudável e adequada – fazer e seguir uma lista de compras, organizar a despensa, adiantar o processo de cozimento dos alimentos, deixar uma parte pré-congelada para facilitar o dia a dia e agilizar o preparo das refeições. Esse cuidado incentiva as famílias a cozinharem em casa e reduz o consumo de alimentos industrializados”, reforça a secretária de Desenvolvimento Social, Ana Paula Marra.

A gestora lembra que a garantia da segurança alimentar e nutricional não se restringe a programas de acesso ao alimento, como Cartão Prato Cheio e as cestas emergenciais. É necessária a integração das práticas de educação alimentar e nutricional para incentivar o desenvolvimento de habilidades pessoais e autonomia para escolhas alimentares.

“Esse hábito de fazer o planejamento alimentar para as famílias em vulnerabilidade social, que são o nosso público, é fundamental, porque gera economia e evita que elas gastem o recurso que recebem de benefícios sociais com alimentos desnecessários, por exemplo, e que não são nutricionalmente adequados”, reitera a secretária.

Além das orientações das nutricionistas, quem for almoçar nos restaurantes comunitários nesta terça vai poder saborear um cardápio composto por carne suína ao molho vinagrete, com a opção de quibe assado, ratatouille (berinjela e abobrinha refogadas com cebola, orégano e molho de tomate) e, de sobremesa, flan de coco.

Nos restaurantes comunitários, cada refeição tem custo de R$ 1. A população em situação de rua encaminhada pelo serviço especializado em abordagem social da Sedes pode almoçar gratuitamente nas unidades.

 

*Com informações da Sedes

Fonte: Agência Brasília* I Edição: Débora Cronemberger

Mapa do site Dúvidas frequentes