28 de maio

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
27/07/23 às 9h44 - Atualizado em 27/07/23 às 9h44

Medida passará a valer em todas as 14 unidades após regulamentação do GDF. Atualmente, modalidade é aceita em Sobradinho e no Recanto das Emas

COMPARTILHAR

O governador Ibaneis Rocha sancionou nesta terça-feira (25) a lei 7.300, de 24/7/2023, que autoriza o pagamento das refeições nos 14 restaurantes comunitários por meio do Pix. A nova legislação prevê que sejam instaladas placas de sinalização nos restaurantes, indicando o pagamento por Pix e os passos para a utilização dessa modalidade. Atualmente, as unidades de Sobradinho e do Recanto das Emas oferecem a opção de pagamento com cartão de débito e já aceitam Pix. Os outros endereços recebem apenas dinheiro. Antes de ser adotada, a medida ainda precisa ser regulamentada pelo Governo do Distrito Federal (GDF).

“Com o Pix, as famílias vulneráveis terão mais uma alternativa para pagar as refeições, além de facilitar para as unidades quando for necessário dar o troco. É mais uma forma de facilitar o acesso da população aos restaurantes comunitários”, destaca a secretária de Desenvolvimento Social, Ana Paula Marra.

Nos 14 restaurantes comunitários, o custo do almoço é de R$ 1. O café da manhã é servido em 10 unidades (Brazlândia, Paranoá, Sol Nascente, Planaltina, Samambaia, Ceilândia, Sobradinho, São Sebastião, Estrutural e Recanto das Emas) ao custo de R$ 0,50, e o jantar pelo mesmo valor, no Recanto das Emas.

*Com informações da Sedes

Agência Brasília* | Edição: Vinicius Nader

Mapa do site Dúvidas frequentes